Vigararia de Porto de Mós peregrina à Sé de Leiria

Vigararia de Porto de Mós peregrina à Sé de Leiria

As paróquias da vigararia de Porto de Mós vão dedicar uma atenção especial ao tema da Diocese, durante a primeira semana do novo ano de 2018, culminando com a sua peregrinação à Catedral de Leiria, no domingo 7 de janeiro.

Recordamos que esta é uma das propostas da carta pastoral de D. António Marto para este ano pastoral de 2017-2018, em que se comemora o Centenário da Restauração da Diocese. O objetivo é “fazer memória, celebrar e fortalecer o sentido de pertença à comunidade diocesana”, bem como “fortalecer o espírito missionário e o testemunho da fé no mundo”.

O programa do dia 7 de janeiro, preparado para a peregrinação em comum das paróquias de Alcaria, Alqueidão da Serra, Alvados, Arrimal, Mendiga, Minde, Mira de Aire, Porto de Mós, São Bento, Serra de Santo António e Serro Ventoso, será o seguinte:

10h30 – Chegada dos grupos de catequese ao jardim Luís de Camões, em Leiria, e início do “pedigrejas” pela cidade

12h30 – Almoço no Seminário e convívio, com participação livre de pais e outros paroquianos

13h30 – Teatro no ginásio do Seminário

14h30 – Partida para a Catedral

15h00 – Visita à catedral

15h45 – Acolhimento pelo Bispo diocesano

16h00 – Missa presidida pelo Bispo

17h00 – Encerramento e regresso.

Ainda neste mês de janeiro, farão a sua peregrinação à Sé as vigararia de Fátima (dia 14) e de Leiria (dia 28).

GIC
GIC
Gabinete de Informação e Comunicação. Todos os contactos, informações e sugestões devem ser dirigidos para gic@leiria-fatima.pt.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Quinta do Escuteiro recebe 60 árvores

No dia 23 de novembro comemorou-se o dia da Floresta Autóctone, quer isto dizer, uma floresta de árvores originárias do próprio território. Os agrupamentos de escuteiros da região escutista de Leiria-Fátima juntaram-se a esta celebração.

Escuteiros reunem guias de toda a Região

A actividade realizou-se na Batalha e contou com a presença de 150 lobitos, 105 exploradores, 130 pioneiros e 45 caminheiros, acompanhados por mais de uma centena de dirigentes.

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.