Santuário de Fátima tem disponíveis visitas virtuais a exposições temporárias

Santuário de Fátima tem disponíveis visitas virtuais a exposições temporárias

Informações estão disponíveis nas sete línguas oficiais e permitem fazer o percurso através dos diferentes núcleos expositivos

O Santuário de Fátima tem disponíveis visitas virtuais em cinco exposições temporárias.Marco Daniel Duarte, diretor do Museu do Santuário de Fátima, explica que esta iniciativa, implementada já há uns anos e que abrange quase todas as exposições apresentadas desde 2010, têm sobretudo dois objetivos: tornar a exposição acessível a pessoas que, por algum impedimento — muitas vezes o de residirem fora de Portugal —, não possam deslocar-se ao Santuário de Fátima e perpetuar as informações que uma visita deste tipo reúne, uma vez que, sendo efémera, dificilmente podem voltar a juntar-se aquelas obras de arte e documentos históricos num mesmo espaço e com aquele específico discurso museológico.As vistas estão disponíveis nas sete línguas oficiais do Santuário de Fátima e têm vários menus que permitem fazer o seu percurso através dos diferentes núcleos expositivos, dando ainda a possibilidade de abrir fotografias de cada um dos objetos e das respetivas legendas. Estas visitas podem ser feitas ouvindo o mesmo tema musical que os visitantes ouviram quando as exposições estiveram abertas ao público, tema que foi inspirado na temática de cada uma das exposições.     

“Nalguns momentos, estas exposições podem mesmo vir a proporcionar formas de acesso às peças que, in loco, não seria possível, visionando alguns pormenores através das imagens disponíveis”, refere ainda o responsável.O micro-site de cada uma das exposições, para além das informações técnicas relativa a cada mostra, disponibiliza ainda uma galeria com as imagens de cada um dos objetos expostos.  “Quando as visitas virtuais foram lançadas, não imaginávamos que poderiam vir a ser um instrumento ainda mais útil, como agora se verifica, em tempos de pandemia, para todos os que se vêm impedidos de vir ao Santuário de Fátima”, afirma Marco Daniel Duarte, em declarações à Sala de Imprensa do Santuário de Fátima.    

«Ser, o segredo do Coração», foi a exposição temporária evocativa da aparição de junho de 1917. Esteve patente ao público entre 24 de novembro de 2012 a 31 de outubro de 2013, no Convivium de Santo Agostinho, piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade. Este espaço é assente em seis núcleos, através dos quais se desenrola uma narrativa que leva o visitante a fazer uma experiência, ora sensorial, ora reflexiva, acerca da temática do Imaculado Coração de Maria, que ali se vê tratada quer na sua componente histórica quer na sua componente teológica e espiritual, através de vários documentos e obras artísticas. Esta exposição pretende constituir-se um contributo para a reflexão sobre esta devoção mariana que, embora já estivesse inscrita nos corações dos fiéis desde o século XVII, aufere uma projeção universal e contemporânea a partir de Fátima. ​Durante um ano, a exposição «Ser, o segredo do Coração» acolheu cerca de 233.856 visitantes. De forma virtual, este espaço museológico já foi visitado por 10.720 vezes. A visita virtual está disponível aqui.  

«Segredo e revelação», esteve aberta de 30 de novembro de 2013 a 31 de outubro de 2014 e foi a exposição temporária evocativa da aparição de julho de 1917. No Convivium de Santo Agostinho, no piso inferior da Basílica da Santíssima Trindade, esta exposição foi uma proposta que apresentou aos peregrinos, através de documentação histórica e de espólio artístico, uma das mais importantes temáticas de Fátima: o Segredo que, desde a Cova da Iria, leva à contemplação de todo um mundo contemporâneo. A exposição «Segredo e revelação» foi visitada por cerca de 227.921 pessoas. Virtualmente já acolheu cerca de 86.643 visitantes. A visita virtual está disponível aqui«Neste vale de lágrimas» foi a exposição temporária evocativa da aparição de agosto de 1917, e esteve patente ao público de 29 de novembro de 2014 a 31 de outubro de 2015, no Convivium de Santo Agostinho, Basílica da Santíssima Trindade. Este espaço museológico teve como mote o drama vivido pelos pastorinhos de Fátima, em meados de agosto de 1917, «Neste vale de lágrimas» é uma contemplação orante dos desterros, dos gemidos, dos choros e dos rogos que consubstanciam os dramas da época contemporânea, lidos à luz da esperança que irradia da mensagem de Fátima. Esta exposição foi visitada por 315.378 pessoas. «Neste vale de lágrimas» teve cerca de 3.591 visitas virtuais e está disponível aqui. A exposição temporária evocativa da aparição de setembro de 1917, «Terra e Céu: peregrinos e santos de Fátima», esteve aberta ao público de 28 de novembro de 2015 a 31 de outubro de 2016, na Basílica da Santíssima Trindade. Esta exposição pretendeu ser uma experiência que leva o visitante a caminhar por um percurso que faz espelhar esses dois conceitos não antagónicos, mas, assim o entende a mensagem de Fátima, luminosamente complementares. De pés firmes porque sulcaram a Terra, os peregrinos de Fátima olham para o Céu. Entre a Terra e o Céu, inscrevem-se, de facto, muitos nomes que um dia experimentaram Fátima como lugar de santidade. Já visitaram virtualmente esta exposição cerca de 3.272 pessoas. «Terra e Céu: peregrinos e santos de Fátima» enquanto esteve aberta ao publico acolheu 257.963 visitantes, e atualmente poderá ser vista aqui

«As cores do Sol: a luz de Fátima no mundo contemporâneo» foi a exposição temporária evocativa da aparição de outubro de 1917, patente desde 26 de novembro de 2016 a 31 de outubro de 2018, no período mais intenso das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima. Tomando como matéria histórica o dia 13 de outubro de 1917 e os relatos diretos e indiretos sobre o Milagre do Sol, a exposição pretendeu recriar, através de vários mecanismos sensoriais, cenários relacionados com a paisagem do dia da última aparição da Virgem Maria em Fátima. A partir desta memória, o visitante poderá ter consciência de que o Milagre do Sol não foi o momento de clausura da história das aparições, mas o dia inicial de uma história em que o peregrino passa a ser verdadeiro protagonista. Esta exposição foi a mais ambiciosa que o Santuário de Fátima já promoveu e contou com peças cedidas, em regime de empréstimo, por colecionadores particulares e por instituições eclesiais e do mundo civil. «As cores do Sol: a luz de Fátima no mundo contemporâneo» foi visitada por cerca de 493.484 pessoas. De forma virtual foram 6.004 os visitantes. É possível aceder à exposição aqui. A exposição temporária comemorativa do centenário da construção da Capelinha das Aparições, esteve patente de 1 de dezembro de 2018 a 15 de outubro de 2019. A exposição sobre a Capelinha das Aparições, «Capela-Múndi», ainda não tem visita virtual, mas foi objeto de catálogo editado na Coleção Arte e Património como n.º 3 desta coleção. Enquanto esteve aberta ao público, acolheu 304.910 visitantes.  Atualmente o Santuário de Fátima promove a exposição «Vestida de Branco», exposição comemorativa do centenário da primeira escultura de Nossa Senhora de Fátima, e que por circunstâncias da pandemia por Covid-19, está encerrada. No entanto, até ao dia 08 de março, já tinham passado pela exposição 56.815 visitantes. Ao longo de sete núcleos, a exposição convida a refletir sobre a relação entre arte e devoção, num diálogo permanente entre arte antiga e arte contemporânea, tradição e inovação. Recorrendo a peças de valor histórico e artístico do espólio do Museu do Santuário de Fátima, como de outras instituições museológicas e diferentes organismos eclesiais, através da linguagem da museologia é dado ao visitante conhecer o processo histórico e artístico de criação e fixação do modelo oficial da Imagem que se venera na Capelinha das Aparições, as interpretações devocionais e artísticas que lhe são devedoras, assim como os mitos, desafios e herança de um dos símbolos maiores da iconografia mariana, numa experiência simultaneamente formativa e de fruição estética das múltiplas formas com as quais as diferentes épocas históricas vestiram a Virgem Maria.

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...