Santuário de Fátima reitera a realização das celebrações do 13 de maio sem a presença física dos peregrinos

Santuário de Fátima reitera a realização das celebrações do 13 de maio sem a presença física dos peregrinos

Na sequência da entrevista da ministra da Saúde, Marta Temido, à estação de televisão SIC, alguns setores da sociedade admitiram possibilidade de se fazerem as celebrações da peregrinação a Fátima nos próximos dias 12 e 13 de maio. Um pouco por todos os espaços digitais, houve pessoas que se manifestaram, umas pela abertura do recinto aos peregrinos, seguindo os requisitos necessários para a manutenção do distanciamento social, outras pela continuidade da decisão anunciada no dia 6 de abril.

O Santuário de Fátima acabou por emitir um comunicado a confirmar a realização da peregrinação à porta fechada e sem a presença física dos peregrinos. “Tal como estava previsto, em articulação com as autoridades civis, as celebrações dos dias 12 e 13 de maio, este ano, não podem contar com a presença física dos peregrinos e serão transmitidas pelos órgãos de comunicação social e digital”, reitera o anúncio que segue assinado pelo bispo da Diocese de Leiria-Fátima, o cardeal D. António Marto.

O próprio comunicado esclarece que “a decisão da Igreja Católica de seguir as indicações das autoridades civis no sentido de suspender as celebrações religiosas comunitárias decorre da responsabilidade de fazer o que está ao seu alcance para não colocar em perigo a saúde pública, cumprindo também deste modo o mandato evangélico do amor ao próximo”. De acordo com os responsáveis do Santuário, um retrocesso nesta decisão iria pôr em causa todos os esforços que a sociedade civil em geral e a Igreja em particular têm feito no sentido de reprimir a disseminação do vírus da covid-19, tanto mais que “um aglomerado imprevisível de pessoas na Cova da Iria, a 12 e 13 de maio, numa altura em que o risco epidémico é elevado, contraria as orientações das autoridades de saúde, que optaram por fazer um desconfinamento gradual e faseado”.

Comunicado integral

Descarregar aqui: https://bit.ly/2z4e4E0

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
Paulo Adriano
Paulo Adriano
Diretor do Gabinete de Informação e Comunicação da Diocese de Leiria-Fátima.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

CEPADI implementa plano de contingência

Procurando ir em linha de conta com as indicações da Direção-Geral da Saúde (DGS) no que diz respeito à frequência de espaços fechados, o Centro Pastoral Diocesano, no seminário Diocesano de Leiria, está a colocar em prática as seguintes medidas.

O SPES em tempo de Quarentena: fazer das casas uma só casa

O Serviço de Pastoral do Ensino Superior (SPES) da nossa Diocese vive dos alunos e para os alunos. São eles o seu destinatários, são eles os seus dinamizadores. Eles são a única razão de existir do SPES. Enquanto houver alunos do Ensino Superior na nossa Diocese, o SPES continua de portas abertas, como rosto da Igreja que vai até às periferias do Politécnico de Leiria.