Romaria

São 09:00 de domingo, vou de carro e cruzo-me com várias pessoas que vão a pé, algumas em grupo, outras sós. Vêm em romaria às festas de Nossa Senhora, aqui na nossa diocese. É uma tradição que não se perdeu entre as gerações e hoje, uma vez mais, elas fazem o seu caminho que as levará ao encontro da sua Mãe.

Uns seguem a tradição; outros tentam dar sentido aos seus dias; outros pedem forças para as provações da vida; outros procuram a fé; outros oferecem o seu peregrinar por gratidão, entre muitas outras intenções que levam dentro.

Caminham com os pés e com a consciência. Peregrinam. Vão, cada um na sua busca espiritual.

Olho os seus caminhos e penso nisto… Que consigam encontrar Deus, não só no santuário, no “templo”, mas também no coração. Deus está nas coisas e sobre as coisas, está dentro e fora de nós. Já dizia alguém, cada vez mais são precisos cristãos fora das paredes da igreja, cá fora, no mundo… por entre a(s) gente(s). E, por isso, tantas vezes precisamos de concretizar essa saída com os nossos pés. As romarias, as peregrinações, constituem para o Homem um caminho concreto de estrada para que, ao longo do percurso, também ele percorra uma estrada no seu coração em direção a Deus.

E penso ainda… De nada nos serve ir em romaria para uma festa se não estivermos preparados para fazer festa dentro de nós, pelo caminho percorrido, pelas graças concedidas e pelo convite que nos é dirigido pessoalmente por Deus. Tanto a peregrinação como a festa simbolizam o sentido que a nossa vida deve tomar: um percurso humilde, interior, espiritual e individual de busca, de encontro, e que culmina na alegria contagiante, na festa perante esse mesmo encontro e que nos deve levar a querer contagiar os outros à nossa volta, convidando-os a virem celebrar connosco!

Cada um tem o seu percurso, cada um tem o seu ritmo, o seu tempo… e o ritmo de Deus também não é igual ao nosso.

Resta-me desejar a todos estes “romeiros”/peregrinos com que me cruzo, Bom Caminho! Que encontrem o tesouro espiritual de que tanto precisam!

Diana Costa e Lénea Coelho
Diana Costa e Lénea Coelho
Diana Costa: enfermeira de cuidados gerais (dianacosta.enf@gmail.com) Lénea Coelho: enfermeira especialista em saúde mental e psiquiatria (leneacoelho@gmail.com)
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leia também...

Pedir a Deus novos padres?

Na semana dos seminários, os fiéis católicos, famílias e comunidades são exortados à oração pelas vocações sacerdotais. Por novas e pela generosidade,

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.