Quinta-feira Santa: D. António Marto pede que se suje as mãos com as «dores sociais» no pós-pandemia

Quinta-feira Santa: D. António Marto pede que se suje as mãos com as «dores sociais» no pós-pandemia

«Toda a Igreja e as comunidades são chamadas a acompanhar, com o seu serviço, os que ficarem feridos com esta batalha, (somos) uma Igreja que vive porque socorre a todos»

O cardeal de Leiria–Fátima afirmou que, depois da pandemia do Covid-19, será maior a necessidade de sujar as mãos, quando “dores sociais se anunciarem com crueza”.

“No após pandemia será maior, quando as dores sociais se anunciarem com crueza. Toda a Igreja e as comunidades são chamadas a acompanhar, com o seu serviço, os que ficarem feridos com esta batalha, (somos) uma Igreja que vive porque socorre a todos”, afirmou D. António Marto na celebração da Ceia do Senhor, esta tarde na Sé de Leiria.

O responsável falou na importância de “sujar as mãos”, demonstrando “generosidade e responsabilidade, sem estar à espera de recompensas e dividendos”.

“O testemunho é quanto mais eficaz quanto mais atenção prestarmos atenção aos mais frágeis, pobres, sofredores e descartados, e quanto mais o fizermos com espírito de gratuidade. Temos de ser capazes de sujar as mãos”, sublinhou.

Lembrando palavras do Papa Francisco, “em especial dirigidas aos jovens, mas importantes para todos nos”, D. António Marto recordou que «os verdadeiros heróis são os que se oferecem para servir os outros», referindo-se “aos que arriscam a própria vida, até à exaustão física e emocional” para ajudar os outros.

D. António Marto sublinhou ainda que o amor “deixado por Jesus” é um “sinal e uma herança” e que os cristãos têm de ser capazes de “testemunhar como comunidade cristã o amor recíproco” e “viver para os outros, como um serviço aos irmãos”.

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

D. António Marto reuniu-se com os vigários

Sem prejuízo das orientações pastorais e administrativas comuns que o bispo diocesano venha a definir, salientou-se a necessidade de que os párocos trabalhem com os seus conselhos económicos e pastorais, procurando discernir juntos.