Profissão de Fé na Freixianda

Profissão de Fé na Freixianda

No dia 9 de junho, as 16 crianças que frequentaram este ano o 6º ano da catequese paroquial proclamaram solenemente a fé do seu batismo e fizeram a sua opção pessoal por serem cristãs, na igreja Católica, ao longo de toda a vida.
Foi no decorrer da celebração da Eucaristia dominical, na igreja paroquial, no dia em que a Igreja celebrava a solenidade do Pentecostes. Presidiu à celebração e acolheu o compromisso destes cristãos mais novos o nosso pároco. A igreja, decorada como para os dias de festa, estava composta. Os pais tinham lugares reservados. De igual modo, as crianças, o grupo coral e os acólitos, cada um no desempenho das suas funções.
As crianças da Profissão de Fé entraram na igreja em cortejo solene, de túnicas brancas e empunhando a vela do seu batismo, previamente acesa no círio pascal, que foi conduzido por uma das catequistas. Logo de início, já nos seus lugares, em diálogo com o pároco, disseram ao que vieram. Foram elas que proclamaram as leituras, cantaram o salmo responsorial e a aclamação ao Evangelho.
Na homilia, novamente em diálogo com o pároco, deu para perceber que estavam conscientes dos compromissos que iam assumir por si próprias e com a sua responsabilidade pessoal. Foi o que fizeram logo a seguir. Subiram para a frente do altar e, voltadas para a assembleia, de velas acesas, proclamaram solenemente a fé do seu batismo. Foi um momento de alguma emoção, nomeadamente para os seus pais e avós.
E a celebração prosseguiu com a apresentação dos dons que alguns deles conduziram ao altar. Chegados ao momento do gesto da paz, foram saudar os pais, em atitude de gratidão e de pedido de desculpas. Chegou o momento também solene da comunhão e, a seguir, a consagração da sua fé e vida cristã a Nossa Senhora. Por fim, a entrega do Credo que resume os conteúdos da fé cristã, que assumiram e querem viver.
No final de tudo, houve palmas de parabéns para as crianças e de reconhecimento e gratidão para os catequistas. Também aos pais foram dirigidas palavras de saudação e de apelo para continuarem a acompanhar os seus filhos, pois a Profissão de Fé, sendo ponto de chegada, é também ponto de partida para novas vivências.


Joaquim Baptista, P.
Joaquim Baptista, P.
Pároco da Freixianda.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

5 de Outubro — 9h30 > 18h30
Seminário Diocesano de Leiria

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.