Peregrinação Diocesana do Apostolado da Oração

Peregrinação Diocesana do Apostolado da Oração

Realizou-se no sábado 24 de junho uma peregrinação do movimento do Apostolado da Oração (AO) de Leiria-Fátima ao Santuário do Santíssimo Milagre, em Santarém. Os grupos vindos das várias comunidades da Diocese juntaram nesta iniciativa cerca de 600 fiéis, que encheram por completo o templo.

A Eucaristia foi presidida pelo padre Miguel Sottomayor, diretor diocesano do AO, e concelebrada pelo pároco de Minde, padre Sebastian Joseph. Na homília, o presidente da celebração mencionou a coincidência da data com o dia de São João Batista, o precursor da vinda de Cristo que teve como missão anunciar “Aquele que era a palavra”. “Também nós devemos anunciar Cristo, fazendo um esforço para vivermos uma vida de humildade, pois isto significa viver em paz; devemos também habituar-nos a orar mais, falar o bem, utilizando palavras de conforto, consolo, carinho, perdão… pois, só assim, conseguimos amar verdadeiramente o Sagrado Coração de Jesus”, disse o padre Miguel. E abordou também o problema da falta de sacerdotes, insistindo na “necessidade da oração diária, seja em que momento, lugar ou espaço for, pedindo a Jesus operários para a sua messe”.

Após a celebração, seguiu-se o almoço partilhado, organizado por grupos paroquiais. Além do convívio entre todos, esta peregrinação permitiu também o enriquecimento cultural, com a visita a diversos locais da zona histórica da cidade, como o Museu do Santíssimo Milagre, o Jardim das Portas do Sol, ou o Museu Diocesano de Santarém, espaço recentemente aberto nos anexos da catedral. Neste último museu, além de muitas peças de arte sacra, está patente uma exposição temporária sobre “A Beleza da Mãe de Deus”, onde é apresentada uma cronologia mariana, desde a infância até ao dia em que “o sol bailou” em Fátima. Ali se pode ver, por exemplo, a vela que o Papa Francisco utilizou na sua peregrinação do centenário das Aparições de Fátima, em maio deste ano.

A igreja do Seminário Diocesano foi o último local de passagem dos peregrinos do AO de Leiria-Fátima, que viveram este dia como oportunidade de enriquecimento pessoal e de motivação para orar e para amar cada vez mais o Sagrado Coração de Jesus.

Palmira Gaio (C.)

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
GIC
GIC
Gabinete de Informação e Comunicação. Todos os contactos, informações e sugestões devem ser dirigidos para gic@leiria-fatima.pt.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

D. António Marto: “Há lágrimas que é bom deixar correr”

Hoje e a esta hora deveríamos encontrar-nos reunidos em Fátima na nossa peregrinação diocesana. Em virtude da emergência sanitária não nos é possível. Todavia, mesmo estando em nossas casas, vivemos este momento em espírito de peregrinação e unidos espiritualmente como Igreja diocesana.