Paróquias da Diocese geminadas entre si

Paróquias da Diocese geminadas entre si

O último momento da Festa da Fé, realizado ao final da tarde de domingo, 17 de junho, foi a geminação entre as paróquias da Diocese de Leiria-Fátima, mediante sorteio realizado na praça Paulo VI, na área do mapa gigante onde estavam expostas as bandeiras e maquetas das igrejas paroquiais.

O objetivo foi “fomentar a comunhão eclesial na Diocese, mediante a aproximação de paróquias que são constituídas como «irmãs», para que, no conhecimento mútuo e na partilha, possam fortalecer-se na «arte de viver hoje a fé» e de serem testemunhas da «alegria de ser Igreja em missão»”. De certa forma, dar continuidade ao espírito desta Festa da Fé.

O momento foi inédito e original, pelo que várias centenas de pessoas não quiseram perder a oportunidade de assistir. D. António Marto segurou o saco onde 73 papelinhos foram colocados, com os nomes de outras tantas paróquias da Diocese (S. Pedro e S. João consideram-se unidas em Porto de Mós, bem como S. Vicente e N.ª Sr.ª dos Prazeres se consideram unidas em Aljubarrota). Duas crianças foram chamadas a tirar as sortes e o padre Cristiano Saraiva, presidente da comissão organizadora da Festa da Fé, foi anunciando os pares. Várias curiosidades aconteceram, como saírem duas paróquias com o mesmo pároco, ou uma paróquia com um pároco natural da outra, mas a maioria ditou a geminação entre comunidades bem distintas, tanto que alguns paroquianos de uma iam perguntando onde ficava a outra. Como o número era ímpar, as três últimas ficaram juntas.

Os representantes de cada par de comunidades geminadas assinaram no local uma “Carta de Compromisso”, que ditava: “Aos dezassete dias do mês de junho do ano de dois mil e dezoito, em Leiria, durante a «Festa da Fé – Alegria de ser Igreja», celebração que culmina as comemorações do Centenário da Restauração da Diocese, as paróquias abaixo indicadas formalizam entre si a presente geminação, assumindo o compromisso de dar continuidade à memória de futuro deste Centenário, de estimular a partilha pastoral, de prolongar a consciência de pertença à comunidade diocesana e de desenvolver a dinâmica missionária entre as paróquias geminadas”. O documento vinha já ratificado com a assinatura do Bispo Diocesano.

2018-06-19 geminacao

A primeira “missão” da geminação era levarem para casa a maqueta “trocada” das suas igrejas. Isso obrigará a que combinem depois como fazer para que regressem ao local de origem. Mas a ideia é não ficarem por aí: a cada comunidade foi entregue um envelope com as “instruções”, indicando o sentido, os objetivos e algumas propostas de ação, visando o “intercâmbio e cooperação nas diversas áreas da evangelização, da liturgia e da caridade, podendo abranger outros domínios de cooperação de ordem técnica, ou até económica, com o objetivo de elevar a qualidade da vida cristã das comunidades paroquiais envolvidas”.

Os objetivos concretos são também aí enumerados: “Dar continuidade à «memória de futuro» nas paróquias, após a Festa da Fé; Estimular a partilha pastoral entre as paróquias; Prolongar a consciência de pertença à comunidade diocesana; Desenvolver a dinâmica missionária dentro da Diocese”.

Para tal, sugere-se a promoção de ações em conjunto, como visitas, celebrações, reuniões, jornadas, partilha de conhecimentos e experiências locais, trabalho pastoral coordenado, e o mais que a imaginação suscitar, podendo chegar à “partilha mútua de bens materiais e experiências humanas”.

Resta indicar o que todos querem saber… a lista das paróquias geminadas! Cá fica:

ALBERGARIA DOS DOZE + COIMBRÃO

ALBURITEL + SEIÇA

ALCARIA + ARRIMAL

ALJUBARROTA + BIDOEIRA

ALPEDRIZ + NOSSA SENHORA DAS MISERICÓRDIAS – OURÉM

ARRABAL + SÃO BENTO

ATOUGUIA + BARREIRA

AZOIA + MENDIGA

BAROSA + CORTES

BATALHA + OLIVAL

BOA VISTA + CAXARIAS

CALVARIA + SERRO VENTOSO

CARANGUEJEIRA + ALQUEIDÃO DA SERRA

CARNIDE + SERRA DE SANTO ANTÓNIO

CERCAL + PORTO DE MÓS

COLMEIAS + ORTIGOSA

CRUZ DA AREIA + AMOR

ESPITE + FORMIGAIS

GONDOMARIA + MIRA DE AIRE

JUNCAL + SANTA CATARINA DA SERRA

LEIRIA + VIEIRA DE LEIRIA

MACEIRA + MONTE REDONDO

MARRAZES + ALVADOS

MATAS + MINDE

MEIRINHAS + FÁTIMA

MILAGRES + FREIXIANDA

NOSSA SENHORA DA PIEDADE – OURÉM + RIO DE COUROS

PARCEIROS + SOUTO DA CARPALHOSA

PATAIAS + PEDREIRAS + RIBEIRA DO FÁRRIO

POUSOS + BAJOUCA

REGUEIRA DE PONTES + URQUEIRA

REGUENGO DO FETAL + MEMÓRIA

S. SIMÃO DE LITÉM + MARINHA GRANDE

SANTA EUFÉMIA + CASAL DOS BERNARDOS

SÃO MAMEDE + MONTE REAL

VERMOIL + CARVIDE

O próximo ano pastoral revelará o resultado destas “somas”…

Luís Miguel Ferraz

 


Reportagens fotográficasDia 15 – Dia 16 – Dia 17 

 

Luís Miguel Ferraz
Luís Miguel Ferraz
Paróquia da Batalha. Comunidade Cristã da Golpilheira. jornaldagolpilheira.pt
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.