Padre António Bento deixou o Mosteiro de Monte Real

Padre António Bento deixou o Mosteiro de Monte Real

No domingo dia 15 de dezembro, o capelão do Mosteiro das Irmãs Clarissas de Monte Real despediu-se do serviço pastoral que ali desempenhou ao longo de seis anos. O padre António Bento presidiu à missa dominical, concelebrada pelo Vigário Geral da Diocese, padre Jorge Guarda, e pelo Reitor do Seminário de Leiria, padre José Augusto Rodrigues. Além das irmãs clarissas, estavam muitos fiéis leigos que encheram a capela. À homilia, após a meditação da Palavra de Deus, o sacerdote justificou a sua saída por motivos de idade e de saúde, informando que iria residir na Casa do Clero em Fátima. Agradeceu às irmãs tudo o que delas recebeu e aos fiéis leigos o acolhimento e amizade que manifestaram para com ele.

No final da celebração, o Vigário Geral manifestou o reconhecimento da Diocese pelo dedicado e generoso serviço do padre Bento e anunciou que a missão de capelão seria continuada pelo padre Tiago Silva. Em nome da comunidade religiosa, a irmã Jacinta manifestou a gratidão da mesma ao padre Bento, elogiando o modo como ele as ajudou espiritualmente com o exercício do seu ministério. Antes, na ação de graças da Eucaristia, com um cântico criado de propósito, as irmãs agradeceram a Deus o dom do sacerdócio e em particular pelo testemunho e ação sacerdotal do padre Bento. Em vários momentos, a assembleia aplaudiu com palmas as intervenções, manifestando assim a sua sintonia com o que se referia sobre o referido sacerdote.
Sobre o capelão que partiu, a superiora do Mosteiro indica como marcas da despedida “o testemunho de desprendimento, a liberdade interior, a aceitação da fragilidade e a obediência” e sublinha que “fica uma grande amizade, um testemunho lindo de fidelidade ao Ministério Sacerdotal e a simplicidade que caracterizam este homem de Deus”.

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
Jorge Guarda, P.
Jorge Guarda, P.
Vigário Geral da diocese de Leiria-Fátima.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Silêncio e ação de Deus perante o sofrimento humano

Lamenta-se com frequência o silêncio e a passividade de Deus perante o sofrimento humano. Esperava-se que, perante uma calamidade ou um acidente, Deus agisse como a proteção civil, os bombeiros, os médicos e os profissionais de saúde, socorrendo imediatamente as vítimas e curando o seu mal.

A porção de dor: um bem necessário na missão

Muita coisa se pode dizer sobre viagens da vida, sobre as pessoas, os seus comportamentos, as suas diferenças (e o tanto que temos em comum). Mas pouco talvez tenha esta ida-volta de simples viagem. Não foi só isso.