Legião de Maria fala de Nossa Senhora no “Recanto do Arrabal”

Legião de Maria fala de Nossa Senhora no “Recanto do Arrabal”

O grupo que semanalmente reúne na Martinela, paróquia do Arrabal, esteve presente no lar daquela paróquia, na tarde de 27 de novembro, no âmbito da Pastoral Sócio-Caritativa.

Este encontro pessoal com os irmãos sedentos e carenciados de apoio espiritual que vivem as limitações da doença ou da “juventude acumulada”, foi rico de memórias e experiências recebidas desde o berço nas suas famílias, enraizadas na fé Católica e, saudosamente partilhadas.

O trabalho apostólico é como que uma participação na missão de Maria, realizado em união com Ela. Ora, “o legionário não pode ser canal de graças para os outros, senão na medida em que ele próprio as possui”. (Frank Duff)

O tema agendado para o dia de Nossa Senhoras das Graças, só podia ser aprofundado no valor infinito das graças de Maria; o porquê e para quê deste título de Nossa Senhora, cuja devoção se espalhou por todos os continentes a partir da primeira metade do século XIX.

Resumindo a história das aparições de Nossa Senhora a Santa Catarina de Labouré, noviça das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, a 30 de Abril, 18 de Julho e 27 de Novembro de 1830, com o fim de tornar conhecida a “MEDALHA MILAGROSA” e o seu uso, a fé cristã no que respeita ao papel da Imaculada na obra divina da Redenção do mundo, foi tempo de interesse e atenção constante, quanto às dezenas de ouvintes e participantes.

O Rosário rezado a seguir, revelou a origem da jaculatória: “ Ó MARIA CONCEBIDA SEM PECADO, ROGAI POR NÓS QUE RECORREMOS A VÓS”.

Tão habituados estão a rezá-la quase sem sentido, agora o terço teve outro sabor, por saberem que afinal veio do Céu e foi mesmo Nossa Senhora que desceu à terra e a ensinou.

O entusiasmo dos cânticos do seu tempo, avivou memórias e revelou devoção profunda.

Foi uma tarde de formação espiritual vivida com Nossa Senhora que teve um encanto especial, pois a oração alcança ao doente a graça da aceitação da cruz, no amor jubiloso com Cristo Jesus. Até o lanche a seguir teve um sabor divinal.

Cada um levou consigo a pagela de Nossa Senhora das Graças e a Medalha Milagrosa.

Bina Simões
Bina Simões
Legião de Maria. Paróquia dos Pousos.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.