Jornadas Internacionais “As Crianças, a morte e o luto” reúnem especialistas internacionais

Jornadas Internacionais “As Crianças, a morte e o luto” reúnem especialistas internacionais

Iniciativa realiza-se de 7 a 10 de maio no Santuário de Fátima 

O Santuário de Fátima promove entre 7 e 10 de maio as Jornadas Internacionais sobre “As crianças, a morte e o luto”, e reunirá, em Fátima, especialistas de diferentes âmbitos e áreas de reflexão da sociedade civil e da Igreja, desde a educação à pastoral sem esquecer a saúde.

Maria Júlia Kovacs, professora de Psicologia no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo; Valentín Rodil Gavala, Psicólogo e responsável pelo Centro de Humanização de Saúde, em Madrid; Consuelo Santamaría Repiso, professora de Filosofia no Centro de Humanização de Saúde de Madrid e professora convidada da Universidade católica Portuguesa; José Rui Teixeira, diretor e presidente do Conselho Científico da Cátedra Poesia e Transcendência [Sophia de Mello Breyner Andresen], na Universidade Católica Portuguesa; João Costa, Professor Catedrático de Linguística na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (e atual Secretário de Estado Adjunto e da Educação); Ana Lacerda, presidente do Grupo de trabalho de cuidados paliativos pediátricos da Associação POrtuguesa de Cuidados paliativos e Maria do Céu Roldão, professora convidada da Universidade Católica Portuguesa na área das Ciências da Educação, são alguns dos nomes de intervenientes nestas jornadas abertas ao público em geral, mediante inscrição prévia.

Temas como o Estatuto sociocultural da morte e do morrer, a incompetência social e individual para a perda, os comportamentos de risco, o tratamento mediático da morte das crianças bem como a resposta que cada individuo dá a esta experiência da morte, da perda e do luto, serão temas em debate nas Jornadas Internacionais de maio.

A iniciativa, que está a ser desenvolvida por um Grupo de Trabalho nacional composto por especialistas, respeitando as áreas de reflexão mencionadas, pretende, no contexto do centenário da morte dos santos pastorinhos Francisco e Jacinta Marto, propor à sociedade portuguesa um processo de reflexão sobre a morte das crianças, as crianças em luto e o luto pelas crianças.

“Num contexto histórico marcado pela negação da morte e do morrer, o Santuário quer reunir aqueles que no âmbito da educação, da saúde e da pastoral se encontram com as dificuldades de acompanhar as crianças em processo de morrer ou em processo de luto e os adultos em luto pelas crianças” refere um documento produzido pelo grupo de trabalho na sequência de um Seminário realizado no dia 23 de novembro sobre esta temática, que reuniu especialistas e responsáveis de cerca de 40 organismos da sociedade civil e da Igreja, ativos nos três âmbitos envolvidos por este processo, para conjuntamente aprofundar o diagnóstico realizado pelo Grupo de Trabalho e definir linhas de rumo para a continuação do processo.

As inscrições abrem a 5 de março. No tronco comum aos três âmbitos – educação, saúde e pastoral –, nas tardes de 8 e 9 de maio, o programa das Jornadas decorrerá no Centro Pastoral de Paulo VI, em sessão plenária. Nestes mesmos dias, as sessões paralelas de cada âmbito, na manhã de 8 e na manhã e parte da tarde de 9, terão lugar no Centro Pastoral de Paulo VI, na Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo e na Casa de Retiros de Nossa Senhora das Dores, de acordo com a atribuição a cada âmbito (que se anunciará oportunamente). 

No dia 7 de maio, terá lugar uma sessão inteiramente dedicada ao âmbito pastoral, especificamente para ministros ordenados, na Casa de Retiros de Nossa Senhora do Carmo. 

No último dia, 10 de maio, decorrerá uma sessão também do âmbito pastoral, mas destinada a todos os agentes pastorais, que acontecerá no Centro Pastoral de Paulo VI.

As Jornadas Internacionais que, como é bom de ver, decorrerão em vários espaços físicos do Santuário procurarão promover um olhar global sobre esta realidade multifacetada, que exige uma aproximação multidisciplinar, e envolverão momentos formativos, com conferências em sessões plenárias e mesas redondas, em sessões paralelas, bem como workshops temáticos sobre as boas práticas já existentes em Portugal e alguns momentos de carácter cultural que projetarão a temática através das diferentes expressões artísticas, incluindo as artes performativas.

Ver mais em https://www.criancasmorteluto.fatima.pt

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Santuário de Fátima

Santuário celebra Semana Santa sem peregrinos

A missa do Domingos de Ramos, no dia 5 de abril, será presidida pelo cardeal D. António Marto, bispo da diocese de Leiria-Fátima, às 11h00, e será transmitida em www.fatima.pt, no facebook do Santuário de Fátima, no Sapo, no Meo Kanal 707070 e na TV Canção Nova, com interpretação em Língua Gestual Portuguesa.