Inscrevo o meu filho nos Escuteiros?

Inscrevo o meu filho nos Escuteiros?

Acabadinhos de chegar de férias, que tão bem nos souberam, e já temos pela frente várias decisões e opções que temos que tomar, acompanhadas certamente de reuniões sem fim, encontros de coordenação e apresentação, compras de materiais escolares e outros menos escolares, além de várias outras correrias que não nos largarão até final do ano.

Uma certeza todos temos: queremos o melhor para os nossos filhos e tudo faremos para que os nossos filhos tenham as melhores oportunidades para o futuro.

Vamos então analisar o cardápio das atividades extra escolares:
– Bons resultados na escola: centro de explicações? ATL com acompanhamento integrado?;
– Bom desenvolvimento físico: futebol?, andebol?, artes marciais?, atletismo?;
– Uma vida saudável e equilibrada: natação?; yoga?
– Desenvolvimento artístico: clube de teatro?; dança?, pintura?, música?;
– Desenvolvimento intelectual: xadrez?; aprendizagem de línguas?;
– Desenvolvimento espiritual: catequese?, aulas de educação moral e religiosa na escola?… 

Ah e há o Escutismo! Será que devo inscrever o meu filho no Escutismo? 

Sim. Pode e deve. Se entre as questões que coloca para o futuro do seu filho constar:
– Quero que o meu filho seja Feliz?

Não resisto a fazer uma alusão a Agostinho da Silva, por muitos considerado como um educador e pedagogo visionário. A propósito do Escutismo escreveu: “A primeira tarefa do educador é procurar varas bem altas e obrigá-lo (o homem) a saltar. Baden Powell (fundador do Escutismo) fez exatamente isso ao exigir que se ponha diante das pessoas um objetivo que vá muito além daquele que possibilitam as suas forças” (in textos e ensaios pedagógicos II)

De facto o Escutismo é uma escola de educação não formal e na natureza, que através de projetos sonhados pelas crianças e jovens e com a supervisão de adultos, permite um desenvolvimento em todas as áreas de relação da Pessoa. Resumimos esse conjunto de áreas de relação com a palavra: FACEIS:
F – Físico;
A – Afetivo;
C – Caráter;
E – Espiritual;
I – Intelectual;
S – Social.

Por isso, sim. Entre a panóplia de atividades que existem, o Escutismo permite sem dúvida a construção de um caminho presente e futuro para a Felicidade. 

Então e onde devo inscrever o meu filho? Em que agrupamento? 

Mais uma vez nos socorremos das “FACEIS” onde encontramos a dimensão Social como uma área de relação imprescindível para o desenvolvimento humano: deve assim integrar o seu filho no agrupamento de Escuteiros da localidade / paróquia com a qual se relaciona.

Se existe a vontade de manter uma relação do seu filho e da sua família com a Igreja, a região escutista de Leiria-Fátima tem 34 agrupamentos de escuteiros localizados nos concelhos de Alcanena, Alcobaça, Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós, que de braços abertos receberão o seu filho/a. Se pretender ajuda contacte-nos em: apoiolocal.leiriafatima@escutismo.pt ou facebook.com/cneleiriafatima/ 

Ah, sim. Percebi. Devo sim inscrever o meu filho nos Escuteiros.

Pedro Ascenso
Pedro Ascenso
Escuteiro e pai de escuteiros
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

5 de Outubro — 9h30 > 18h30
Seminário Diocesano de Leiria

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.