Freixianda. Paróquia unida na celebração da festa do Sagrado Coração de Jesus

Freixianda. Paróquia unida na celebração da festa do Sagrado Coração de Jesus

Promovida e organizada pelos naturais da freguesia da Freixianda que, neste ano de 2019, perfazem 35 e 45 anos de idade, decorreu, nos dias 24 e 25 de agosto, a festa em honra do Sagrado Coração de Jesus, ainda designada por muitos como “festa grande”.

E, de facto, não é exagero dizer que foi uma festa grandiosa. Só o facto de ter mobilizado a paróquia, congregando-a para estar unida na celebração da fé, no convívio e na animação, já justifica, por si, o epíteto. O programa foi também ele mobilizador. 

Destaque, em primeiro lugar, para as celebrações litúrgicas bem vividas e participadas, com o contributo do organista, grupo coral, acólitos e leitores. Também a procissão trouxe esplendor à festa: guião, bandeira paroquial, andor de bolos, cruz e lanternas, o povo, as imagens de Nossa Senhora de Fátima e do Sagrado Coração de Jesus, o pálio com o Santo Lenho e a filarmónica, constituiram o elenco que desfilou pelas ruas da vila. Foi gratificante ver como alguns moradores engalaram janelas e fachadas das suas casas para acolher a procissão.

Destaque agora para a cerimónia da entrega da bandeira aos festeiros de 2020. Foi no final da procissão, novamente dentro da igreja, com a filarmónica a dar um tom solene ao ato. Usou da palavra o pároco para agradecer aos festeiros de 2019 todo o seu trabalho, dedicação e generosidade, e para manifestar a sua confiança ao grupo que agora recebeu a bandeira, responsabilizando-se pela organização das festas do próximo ano. Foi um momento solene e vivido com alguma emoção.

Destaque finalmente para o programa de animação e lazer que proporcionou a todos momentos de convívio e confraternização animados. O salão das festas e o adro, decorados a rigor, acolheram inúmeros comensais no restaurante e no bar; crianças e adultos a tentar a sorte na quermesse; jovens e menos jovens no bailarico do sábado animado pelo grupo Manuel Brás; gente mais pacata para admirar as danças e cantares do rancho folclórico; e uma multidão de gente para apreciar os dotes da cantora Micaela, a principal atração da noite de domingo, com o conhecido grupo PA3 a dar apoio e a animar antes e depois do espetáculo da artista.

Na conclusão deste apontamento, é da mais elementar justiça enaltecer o trabalho da comissão de festas, a dedicação de quem fez o peditório nos lugares e organizou andor, e a generosidade de todos os que contribuíram com as suas ofertas. Um grande bem hajam!

Joaquim Baptista, P.
Joaquim Baptista, P.
Pároco da Freixianda.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.