Faleceu o padre Bernardo Morganiça

Faleceu o padre Bernardo Morganiça

O padre Bernardo Pereira Morganiça, de 79 anos de idade, membro do presbitério da Diocese de Leiria-Fátima, faleceu no domingo 15 de outubro, na Casa do Clero, em Fátima.

A celebração das exéquias será na igreja paroquial de Carvide, no próximo dia 17, terça-feira, às 16h30. O seu corpo estará em câmara ardente na casa mortuária de Carvide, nesse mesmo dia, a partir das 12h00.

 

Notas biográficas

Filho de Alfredo Ferreira Morganiça e de Conceição Gregório Pereira, o padre Bernardo Morganiça nasceu em Carvide, no dia 23 de setembro de 1938. Entrou para o Seminário de Leiria em 1951. Recebeu a ordenação sacerdotal, na catedral de Leiria, a 1 de setembro de 1963, pelas mãos de D. João Pereira Venâncio.

No longo serviço pastoral, desempenhou as missões seguintes: coadjutor na paróquia da Maceira, de 1963 a 1965, pároco do Coimbrão, de 1965 a 1968, capelão militar em Lisboa e Angola, de 1968 a 1971, pároco de Monte Real, de 1971 a 1981, pároco do Olival, de 1981 a 1994, acumulando durante três anos também a tarefa de pároco da Urqueira, pároco das Pedreiras e da Calvaria, de 1994 a 2007, e pároco de Santa Eufémia, de 2007 a 2016, deixando este ministério pastoral por motivos de saúde.

Desempenhou ainda as responsabilidades de vigário nas vigararias de Monte Real e de Ourém, notário da Câmara Eclesiástica de Leiria e membro do Conselho Presbiteral.

Homem pacífico, sereno e de relações cordiais, o padre Bernardo manteve-se sempre próximo e amigo da sua família, que lhe retribuía igual estima. Desempenhou o ministério sacerdotal predominantemente como pároco, destacando-se, na sua ação pastoral, o empenho na catequese, cuidando da formação dos catequistas através da frequência da respetiva escola diocesana e abrindo-se à inovação, nomeadamente, na adesão ao projeto da “catequese familiar”. Foi zeloso na ajuda aos fiéis para alimentarem a fé e a devoção, no acolhimento e na disponibilidade para a prestação dos serviços pastorais que lhe eram pedidos. Tornou-se um pároco próximo das pessoas, pois andava a pé ou de bicicleta pela paróquia, usava frequentemente os transportes públicos nas suas deslocações e participava nos convívios e festas paroquiais.

Anunciando a partida deste presbítero para a Casa do Pai, a Diocese de Leiria-Fátima agradece a Deus o dom que foi e o legado de serviço pastoral e de testemunho cristão que nos deixou. E, especialmente no final do centenário das Aparições de Fátima, confia-o ao cuidado materno da Virgem Maria, de quem foi devoto e cuja devoção alimentou entre os fiéis ao seu cuidado pastoral.

Aos familiares, particularmente às irmãs e aos sobrinhos, e a quantos sentem esta partida, apresenta sentidas condolências e implora o conforto da fé.

Padre Jorge Guarda, vigário geral

GIC - Gab. Informação e Comunicação
GIC - Gab. Informação e Comunicação
Este serviço diocesano é responsável por promover a comunicação entre as diversas instâncias da Igreja diocesana, nomeadamente através da produção e divulgação das suas notícias. Todos os contactos, informações e sugestões devem ser dirigidos para gic@leiria-fatima.pt.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.