Escuteiros de Nossa Senhora das Misericórdias aventuram-se em Minde pelo Natal

Escuteiros de Nossa Senhora das Misericórdias aventuram-se em Minde pelo Natal

De 20 a 22 de dezembro, o Agrupamento 1356 – Nossa Senhora das Misericórdias – Ourém, da região escutista de Leiria-Fátima, realizou a sua atividade de Natal em Minde. Cada secção teve a oportunidade de viver o seu imaginário com diversas atividades. Nos lobitos o “Grinch rouba o Natal!”, os mais pequenos puderam visualizar um filme sobre o imaginário e visitar a gruta onde mora o Grinch. No caso dos exploradores, fizeram um jogo de tabuleiro em tamanho gigante onde puderam pôr à prova os seus conhecimentos sobre escutismo. Tiveram também a oportunidade de visitar uma gruta, juntamente com os seus irmãos mais velhos, os Caminheiros. No caso dos pioneiros, tiveram um dia dedicado ao voluntariado, puderam ajudar um casal de idosos a cuidar dos seus animais e um casal mais jovem, nas suas tarefas diárias. Aventuraram-se também a visitar uma estufa de Hidroponia, a HidroSerra, assim como os Caminheiros. Tivemos também a oportunidade de assistir à missa do Agrupamento de Minde, onde testemunhámos a promessa de dirigente do padre da Paróquia e a partida de dois caminheiros. Houve igualmente oportunidade de aprender e de vivenciar com a população, alguns termos da língua falada de Minde ou Ninhou, em minderico. Este, que foi um fim de semana de chuva e ventos, nem isso nos impediu de viver uma Grande Aventura, caminhando na busca e partilha da Felicidade! 

Escuteiros de Nossa Senhora das Misericórdias aventuram-se em Minde pelo Natal
Filipa Oliveira
Filipa Oliveira
CNE JR Leiria-Fátima. Agrupamento 1356 – Nossa Senhora das Misericórdias.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Lobitos da Cruz da Areia salvam o Natal

O imaginário para a atividade de Natal dos lobitos do agrupamento 776 – Cruz da Areia, da região escutista de Leiria-Fátima, tinha como missão ajudar o Pai Natal a encontrar um remédio para salvar os duendes que estavam doentes e também evitar que toda a gente ficasse doente.

Escuteiros de Porto de Mós na Drave

Na madrugada de dia 26 de dezembro, 17 caminheiros e um chefe do clã nº 24 do agrupamento 370 – Porto de Mós, da região escutista de Leiria-Fátima, partiram para o seu empreendimento de Natal na aldeia mágica de Drave