Editorial Brisa da Serra* 27

Editorial Brisa da Serra* 27

Estamos no mês de novembro. É quando o outono de começa a sentir de uma forma mais intensa, as folhas caem, os dias vão ficando mais pequenos, muitas pessoas mais idosas e de saúde mais frágil partem, é o final do ano litúrgico, o fim de um ciclo que nos recorda o fim da própria vida.

Não é por acaso que os nossos antepassados chamavam a este o “mês das almas”.

Mas este também é o mês em que se celebra a semana dos seminários. Vem recordar-nos que a nossa diocese tem essa instituição onde os padres são formados para os serviço das nossas comunidades.

Neste momento, por termos poucos seminaristas na nossa diocese, eles encontram-se a estudar em Lisboa, com alunos de outras dioceses.

Normalmente os cristãos das paróquias gostam de ter à sua disposição um pároco para as servir. E até se verifica que mesmo aqueles que dizem não precisar dos padres acabam por recorrer a eles, pelo menos em circunstâncias especiais.

Se uma comunidade viver animada pela verdadeira fé cristã, percebe que a presença e ação de um padre pode ser uma grande ajuda na sua caminhada espiritual e humana.

Esta ocorrência lembra-nos ainda que os padres são originários das paróquias de uma diocese, são filhos dessa mesma diocese e a ela servem. Por isso, se nos consideramos e procuramos viver como cristãos, é bom pensarmos que também a nossa comunidade é chamada a criar condições para o surgimento de vocações para a vida de padre.

O Senhor continua a chamar. Mas o surgimento de novas vocações também depende muito do apreço que uma comunidade tem por elas.

* Brisa da Serra é o boletim mensal das paróquias de Alcaria e Alqueidão da Serra

Vítor Mira, P.
Vítor Mira, P.
Pároco de Alqueidão da Serra e Alcaria.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...