Diocese reuniu dirigentes das Filarmónicas

Diocese reuniu dirigentes das Filarmónicas

“É heróico manter hoje uma banda filarmónica”, disse no dia 8 de maio, o padre Artur Oliveira num elogio aos dirigentes da bandas filarmónicas do concelho de Leiria reunidos no Centro Pastoral Diocesano. O convite foi feito pelo Vigário Geral da Diocese, padre Jorge Guarda. Na reunião esteve também o diretor do Departamento de Liturgia, padre Sérgio Henriques. 
O padre Artur apresentou o cantoral nacional para a liturgia, preparado pela Comissão de Música Sacra no qual ele também colabora e que será publicado em breve, referindo os seus conteúdos e a sua finalidade para o serviço da liturgia das comunidades cristãs. Em diálogo com os participantes foi indicado o interesse para as filarmónicas e lançado o desafio ao trabalho de adaptação dos cânticos ao uso pelas mesmas, nomeadamente quando participam com o canto e acompanhamento nas celebrações da missa.

Avaliou-se como muito positiva a participação das filarmónicas na procissão do Corpo de Deus, em Leiria, criando um ambiente de recolhimento e beleza e dando ritmo à manifestação religiosa. Neste ano, a tradição continua, prevendo-se a participação de 3 ou 4 bandas, que no final, no adro da Sé (foto), executam sempre uma peça musical em conjunto.

Os dirigentes manifestaram a sua preocupação pelo facto de as filarmónicas estarem a ser preteridas nas festas religiosas e respetivas procissões em favor de outros agrupamentos musicais que não garantem a mesma qualidade de serviço. Decidiu-se que o Departamento da Liturgia e a direção da Associação das Filarmónica iriam refletir na questão e procurar formas de promover um maior interesse no contrato das filarmónicas por parte das comissões de festas religiosas.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Leia também...