Dia Mundial do Doente assinalado na Cova da Iria num sinal de atenção aos mais frágeis

Dia Mundial do Doente assinalado na Cova da Iria num sinal de atenção aos mais frágeis

2.jpg

Em 2019 o Santuário de Fátima acolheu cerca de 1250 doentes em retiro

O Santuário de Fátima vai celebrar o Dia Mundial do Doente, a 11 de fevereiro, com um programa especial. Viver a Fragilidade em Deus – «Vinde a mim todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu ei de aliviar-vos» (MT11,28), é o tema para este ano.

Pelas 14h00, na Basílica da Santíssima Trindade, haverá um momento de acolhimento. Quando forem 15h00, os doentes e acompanhantes são convidados a participar na eucaristia com a Unção dos Doentes. O programa finda com uma Celebração mariana, na Capelinha das Aparições pelas 16h30.

Nesta preocupação pela fragilidade humana, o Santuário de Fátima, tem vindo a dinamizar iniciativas dedicadas aos mais frágeis, nomeadamente retiros de doentes, férias para pais com filhos portadores de deficiência, Peregrinação Nacional das Pessoas com Doenças Raras, bênção dos doentes e o Dia Mundial do Doente.

Em 2019, o Santuário de Fátima, em colaboração com o Movimento da Mensagem de Fátima, acolheu cerca de 1254 doentes em 18 retiros.

Celebrar o Dia Mundial do Doente passa pela concretização das narrativas da Ir. Lúcia sobre os acontecimentos, que dizem que os doentes estiveram desde sempre um lugar de destaque na história de Fátima.

A 13 de maio de 2017, na palavra que dirigiu aos “irmãos doentes”, o Papa Francisco lançou o desafio de viver a vida “como um dom e dizei a Nossa Senhora, como os Pastorinhos, que vos quereis oferecer a Deus de todo o coração”.

“Não vos considereis apenas recetores de solidariedade caritativa, mas senti-vos inseridos a pleno título na vida e missão da Igreja, a vossa presença silenciosa, mas mais eloquente do que muitas palavras, a vossa oração, a oferta diária dos vossos sofrimentos em união com os de Jesus crucificado pela salvação do mundo, a aceitação paciente e até feliz da vossa condição são um recurso espiritual, um património para cada comunidade cristã”, afirmou o Santo Padre, e apelando a cada um “Não tenhais vergonha de ser um tesouro precioso da Igreja”.

PROGRAMA

14h00 Acolhimento | Basílica da Santíssima Trindade

14h30 Preparação da celebração da Unção dos Doentes | Basílica da Santíssima Trindade

15h00 Eucaristia com a Unção dos Doentes | Basílica da Santíssima Trindade

16h30 Celebração mariana | Capelinha das Aparições

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...