D. António Marto sobre o padre Gameiro: simples com os simples, irradiando o bom humor

D. António Marto sobre o padre Gameiro: simples com os simples, irradiando o bom humor

Na manhã de terça-feira, dia 27 de agosto, na Sé de Leiria, o cardeal D. António Marto presidiu à celebração exequial do cónego António Gameiro. Na Missa estiveram inúmeros colegas sacerdotes da Diocese, bem como muitos diocesanos que quiseram deixar o seu último adeus.

O Bispo começou a sua homilia por expressar a comunhão de sentimentos com todos os que nutriam grande simpatia pelo padre falecido, nomeadamente os seus familiares mais próximos. Fez também uma referência à actividade pastoral do padre Gameiro que, durante 63 anos esteve ao serviço da Diocese como sacerdote, tendo iniciado o seu exercício na paróquia de Leiria.

Partindo do texto da primeira carta de S. Paulo aos tessalonicenses, D. António Marto encontrou muitos pontos de contacto entre o apóstolo e o “exemplo de vida e ministério pastoral do nosso cónego António Gameiro e que são para nós um legado espiritual e motivo de ação de graças na hora do adeus”. “Damos, pois, graças ao Senhor pelo dom da sua vida entregue incondicionalmente a Deus e ao serviço do Evangelho, numa entrega generosa e desinteressada sem procurar honras ou outros interesses mundanos no serviço à comunidade cristã”, afirmou o D. António. Destacou de maneira especial o testemunho dado em vida pelo sacerdote falecido, caracterizado pela “simplicidade e alegria, fazendo-se pequeno com os pequenos, simples com os simples, compreensivo e disponível para todos, irradiando o bom humor”.

O bispo de Leiria-Fátima confidenciou ainda que iria sentir a falta do cónego Gameiro e, por isso lhe pedia que, “junto do Senhor, invoqueis uma bênção de vocações sacerdotais para a nossa querida Diocese, uma causa que tanto tínheis a peito”.

A finalizar, citou o próprio padre Gameiro que “no seu testamento ele próprio deixou exarada esta bela profissão de fé: Creio na vida eterna e confio na infinita bondade do Pai, que me preparou o Reino da Glória pelos méritos de Cristo Redentor“.

Depois desta celebração, o cortejo fúnebre seguiu para S. Simão de Litém, em cuja igreja paroquial houve Missa, às 14h30, seguindo-se o sepultamento no cemitério local.

Paulo Adriano
Paulo Adriano
Diretor do Gabinete de Informação e Comunicação da Diocese de Leiria-Fátima.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

5 de Outubro — 9h30 > 18h30
Seminário Diocesano de Leiria

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.