Consagrados naturais da Freixianda tiveram o seu encontro anual

Consagrados naturais da Freixianda tiveram o seu encontro anual

Os consagrados pela ordenação sacerdotal ou pela profissão religiosa, naturais da paróquia da Freixianda, tiveram o seu encontro anual, no dia 6 de agosto. De há 30 anos a esta parte que se realiza ente encontro, sem interrupções. Desta vez puderam comparecer 16, entre padres e religiosos. Houve alguns que, não podendo participar este ano, enviaram saudações.

Participaram também os párocos atuais da Freixianda e da Ribeira do Fárrio. Num primeiro momento, após os cumprimentos e saudações junto à casa paroquial, os consagrados reuniram-se na sala do candeeiro e aí tiveram ocasião de pôr em comum as suas experiências e testemunho de vida, as suas inquietações e anseios. Em jeito de saudação, o pároco local manifestou a sua alegria pela realização do encontro, considerando ser uma riqueza, algo de que a Paróquia se pode orgulhar, nela terem desabrochado tantas vocações. O Padre Armindo Janeiro falou do projeto em curso da vivência de uma Semana Missionária na nossa vigararia e solicitou a colaboração de todos, através do envio de seu testemunho de vida, e da recolha dos nomes e biografia dos consagrados das paróquias da vigararia, nos últimos cem anos. O Padre Serra foi interpelado a partilhar como vê a situação atual de Moçambique, nos aspetos humano, social, político e espiritual. Mais em concreto que dissesse alguma coisa sobre o modo como está a ser gerida a ajuda internacional às vítimas das calamidades que atingiram aquele país.

De um modo sucinto, com objetividade e realismo, o padre Serra respondeu à interpelação e deixou ver nas entrelinhas que nem tudo corre bem. Após este momento rico de partilha, seguiu-se a Eucaristia, na qual participaram também algumas dezenas de membros da comunidade paroquial. Presidiu o padre Serra, ladeado pelos Padres José da Costa e Jacinto Gonçalves, que este ano comemoram as suas bodas sacerdotais. Foi também evocada a memória do padre “Escola”, do padre António Lourenço e da irmã Maria de Jesus, falecidos no decorrer do último ano.

A seguir à Eucaristia, seguiu-se o almoço de confraternização, oferecido pela Paróquia, como preito de gratidão, servido na casa paroquial, com a colaboração de várias pessoas da paróquia.

Joaquim Baptista, P.
Joaquim Baptista, P.
Pároco da Freixianda.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação.