Catequese familiar de Santa Eufémia vive Advento no centro comercial

Catequese familiar de Santa Eufémia vive Advento no centro comercial

No dia 1 de dezembro, as crianças e pais da catequese familiar de Santa Eufémia puseram mãos à obra e colaboraram na recolha de bens para o banco alimentar. Esta atividade foi inserida na caminhada do Advento.

A preparação foi iniciada há algumas semanas, quando aceitaram a proposta dos catequistas. Depois inscreveram-se e assumiram o turno e o local que lhe foram atribuídos.

Cheias de entusiasmo, curiosidade e ousadia, propunham os saquinhos à entrada do shopping e recolhiam-nos quando, os que contribuíam, os vinham devolver. Logo que um carrinho de compras se enchia era grande a animação de o conduzir pelos corredores até ao local disponibilizado nos armazéns.

Mais importante do que com palavras, é experimentando, que as crianças melhor aprendem a viver e testemunhar a sua fé e o seu compromisso com a sociedade. Naturalmente observadoras, apercebiam-se e comentavam a sensibilidade e generosidade de alguns, contrastando com a indiferença de outros. Algumas pessoas ficavam impressionadas e tiravam fotografias.

Apelando a uma atitude de vigilância, própria de quem está à espera para dar acolhimento e, agradecendo o empenho das crianças, as catequistas ofereceram-lhes uma pequena manjedoura “…à espera do Menino”.

As nossas notícias no seu email

Nota: para garantir a segurança e proteção dos seus dados, deve confirmar a sua inscrição. As instruções estão num email que irá receber. Depois de confirmar, começará a receber emails a partir de info@leiria-faima.pt com periodicidade irregular. A qualquer momento pode cancelar subscrição.
José Antunes
José Antunes
Santa Eufémia
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Missão País envolve Santa Eufémia

Cinquenta jovens universitários, devidamente organizados e cheios de entusiasmo, dedicaram uma semana do seu descanso semestral para se doarem a uma comunidade desconhecida.