Assembleia diocesana das Conferências de São Vicente de Paulo abordou apoio a vítimas de incêndios

Assembleia diocesana das Conferências de São Vicente de Paulo abordou apoio a vítimas de incêndios

No domingo 29 de outubro, realizou-se a assembleia diocesana das Conferências de São Vicente de Paulo, no centro pastoral do Tojal, na paróquia de Porto de Mós.

Marcaram presença cerca de uma centena de responsáveis e colaboradores das seguintes paróquias: Alqueidão da Serra, Arrabal, Azoia, Barreira, Batalha, Boa Vista, Calvaria, Colmeias, Cortes, Juncal, Maceira, Marinha Grande, Marrazes, Memória, Monte Redondo, Ourém, Parceiros, Porto de Mós, Pousos, Regueira de Pontes, Santa Catarina da Serra, Santa Eufémia, São Mamede e Urqueira.

Esta assembleia anual tem por objetivo a partilha das experiências e dos trabalhos que as diversas conferências vão realizado. Este ano, teve especial destaque o trabalho desenvolvido “depois da calamidade dos fogos”, revela o sítio da paróquia anfitriã.

Um dos pontos da agenda era a escolha dos candidatos para presidir a esta associação das conferências, não tendo surgido voluntários para assumir essa função. Assim, foi agendada uma nova assembleia para a realização de eleições, a ocorrer no início do próximo ano.

No final da assembleia, houve espaço para o convívio, num lanche preparado pela Conferência de S. Vicente de Paulo de Porto de Mós.

GIC
GIC
Gabinete de Informação e Comunicação. Todos os contactos, informações e sugestões devem ser dirigidos para gic@leiria-fatima.pt.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Crianças dos Pousos evocam o Batismo e preparam Eucaristia

No dia 12 de janeiro todas as crianças que se preparam para a Primeira Comunhão na paróquia dos Pousos, a celebrar em maio, vieram à igreja paroquial e, com gestos simples, regressaram ao seu batismo, no dia em que a igreja celebrou o de Jesus, no Jordão.