Amor: Catequese começa, apesar de faltarem catequistas

Amor: Catequese começa, apesar de faltarem catequistas

No dia 23 de setembro teve início mais um ano de atividades do centro de catequese de Amor. Para além de ser o primeiro dia para todas as crianças e jovens deste centro, os catequistas fizeram o seu compromisso diante da comunidade durante a celebração da Eucaristia desse sábado.

O atraso do início deste sector da vida paroquial, que estava previsto para o início de setembro, deveu-se à necessidade de haver catequistas em número suficiente para poder fazer o acompanhamento aos 10 anos da catequese. Até ao momento, são cerca de 140 as inscrições para o presente ano, mas espera-se que esse número suba, sobretudo no que diz respeito às crianças do 1º ano. Já o número de catequistas está nos 21 o que, de acordo com a responsável, a Carla Esperança, ainda não é o desejável para dar a resposta necessária. Concretamente, no caso da Carla, ao contrário dos anos anteriores em que estava livre para poder organizar todos os aspetos inerentes à sua tarefa, este ano teve de assumir sozinha o 1º ano. É por isso que deixa um apelo para que surjam pessoas disponíveis para abraçar este projeto.

Paulo Adriano

Paulo Adriano
Paulo Adriano
Diretor do Gabinete de Informação e Comunicação da Diocese de Leiria-Fátima.
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...