Agrupamento da Cruz da Areia. Angariação de fundos é motivo para serviço à Comunidade

Agrupamento da Cruz da Areia. Angariação de fundos é motivo para serviço à Comunidade

Na comunidade da Cruz da Areia, já se ouviu cantar as janeiras nos dias 3 e 4 de janeiro, mas também se ouvirá nos próximos dias 10 e 17, a partir das 20h30 e dias 11 e 18, a partir das 18h00. 

Este é já o 15º ano consecutivo em que o agrupamento de escuteiros 776 – Cruz da Areia da região escutista de Leiria-Fátima, canta as janeiras junto da sua Comunidade. Esta atividade, que surgiu em 2005 como forma de angariação de fundos para a participação no Eurojam em Inglaterra, depressa se tornou num momento de interação esperada pela comunidade local da Cruz da Areia, havendo mesmo alguns anos em que sairam da zona de conforto e se deslocaram para outras localidades onde residiam escuteiros do agrupamento. 

O cantar das janeiras tem contribuído para o estreitar de laços entre os escuteiros do agrupamento, independentemente da sua idade, os pais dos escuteiros e a comunidade local. Sendo uma forma interessante de transformar uma angariação de fundos numa atividade de interação com a comunidade, contribuindo assim para a felicidade de todos os intervenientes.

CNE Leiria-Fátima
CNE Leiria-Fátima
Secretaria Regional de Comunicação e Imagem CNE Junta Regional de Leiria-Fátima
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

A REDE mais recente

Carregue na capa para ver edição em formato .pdf

Receba a Revista REDE gratuitamente todas as semanas no seu email.

Leia também...

Lobitos da Cruz da Areia salvam o Natal

O imaginário para a atividade de Natal dos lobitos do agrupamento 776 – Cruz da Areia, da região escutista de Leiria-Fátima, tinha como missão ajudar o Pai Natal a encontrar um remédio para salvar os duendes que estavam doentes e também evitar que toda a gente ficasse doente.