Notícias

14 - D. José Alves Correia da Silva (1872-1957) - O primeiro Bispo da Diocese restaurada

Categoria: Notícias
Criado em 21-11-2017
©DR

José Alves Correia da Silva nasceu a 15 de janeiro de 1872, em São Pedro Fins, concelho da Maia, diocese do Porto. Depois de cursar estudos preparatórios no Colégio do Espírito Santo, em Braga, e no Seminário dos Carvalhos, e teológicos no Seminário do Porto, de 1889 a 1892, matriculou-se na Faculdade de Teologia da Universidade de Coimbra, onde se formou a 26 de Julho de 1897, três anos depois de ter sido ordenado presbítero, a 5 de Agosto de 1894, pelo cardeal D. Américo.

Foi professor do Seminário Diocesano do Porto, desde 1897, lecionando Ciências Eclesiásticas, História Eclesiástica, Estudos Bíblicos e Teologia Sacramental. Foi também professor de Filosofia e de Latim no Liceu do Porto, de 1890 a 1895 e de 1900 a 1905. De 1899 a 1911, foi secretário da direção do Asilo do Vilar. Fez parte da comissão organizadora do Congresso Católico do Porto (1900). Tomou parte ativa no Congresso da Imaculada Conceição (1904) e no II Congresso das Agremiações Católicas Populares de Portugal, no Porto (1907). Foi nomeado cónego em 1905 e promovido em 1916 a tesoureiro-mor. Dedicou-se intensamente ao movimento católico nortenho (Associação Católica do Porto, Círculo Católico de Operários e jornais católicos Liberdade, de que foi colaborador, e A Palavra, de que foi diretor até ao último número e que foi suspenso pelo regime republicano em 1911.

Em 1907, fez uma peregrinação à Terra Santa, ao Egipto e à Grécia e, várias vezes, a Lourdes e a Roma. Chegou a ser preconizado bispo de Angola e Congo, em 1907, não tendo aceitado para se manter à frente das obras sociais católicas no Porto. Em 1913, fez uma viagem de estudo por Espanha, França e Bélgica, interessando-se sobretudo pelas obras sociais.

Nomeado primeiro bispo da diocese restaurada de Leiria, pela bula “Commissum humilitati nostrae”, de 15 de Maio de 1920, foi sagrado na Sé do Porto, a 25 de Julho de 1920, tendo como sagrante D. António Barbosa Leão, bispo do Porto, e co-sagrantes D. Manuel Luís Coelho da Silva e D. António Antunes, respetivamente bispos residencial e auxiliar de Coimbra. Tomou posse, por procuração, a 4 de Agosto, e entrou solenemente na Sé leiriense no dia seguinte.

Iniciava-se um longo governo, cheio de acontecimentos verdadeiramente significativos, não só para a própria diocese como para o mundo inteiro. No dia 14 do mesmo mês, expediu a sua primeira pastoral e uma provisão sobre disciplina eclesiástica; ainda no ano de 1920, fez provisões sobre o clero pobre, com a criação de uma caixa de auxílio ao seminário; em 1921, sobre o cinquentenário da proclamação de São José como padroeiro da Igreja universal; o soldado desconhecido; exercícios espirituais do clero; boa imprensa; dinheiro de São Pedro. Criou a Conferência de São Vicente de Paulo para homens e senhoras (1920) e a Creche Nuno Álvares Pereira (1921). A 15 de Agosto de 1921, consagrou a cidade de Leiria a Nossa Senhora. Em 1922, renovou o seminário, instalando-o em novos edifícios. Em 1929, participou no Concílio Plenário Português. Inaugurou o Seminário Menor de Nossa Senhora de Fátima, em 1932. Por provisão de 20 de junho de 1943, convocou o terceiro Sínodo Diocesano, reunido a 12 de julho do mesmo ano, do qual surgiram as Constituições Diocesanas que entraram em vigor a 1 de Janeiro de 1944. Na mesma data do sínodo, criou o Cabido da Catedral, que sucedeu ao Colégio de Consultores, criado no início da diocese, em 1918. Criou 13 paróquias e procedeu a uma nova divisão vicarial.

As Aparições de Fátima haviam ocorrido três anos antes da sua entrada na diocese. Abordaremos noutro artigo desta rubrica a sua ação em relação a este assunto.

O Governo português condecorou-o com a Grã-Cruz da Ordem de Benemerência (1945) e o chefe de Estado espanhol com a Cruz Meritíssima de São Raimundo de Peñafort (1948). O Papa Pio XII nomeou-o assistente ao sólio pontifício (1956).

D. José Alves Correia da Silva faleceu a 4 de dezembro de 1957 e ficou sepultado na capela-mor da Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

P. Luciano Cristino
(adaptado de “Silva, José Alves Correia da”, in Enciclopédia de Fátima, 2.º ed., Principia, 2009)

 


Ver mais artigos da rubrica “100 anos - Figuras & Factos

Partilhar:





Contactos

 

Serviços Gerais da Diocese


R. Joaquim Ribeiro Carvalho, 2 
2410–116 Leiria

Tel.: 244 845 030
Fax: 300 013 266

Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Siga-nos

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Liturgia Diária



© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados

© Diocese Leiria-Fátima, Todos os direitos reservados